zita se abre

Seabra abriu-se e vomitou fel. Desculpem-na, Seabra é assim, ressabiada, azeda, defendendo hoje o que ontem condenou, porque lhe caiu em cima um aparelho de ar condicionado quando andava, controleira e espantadiça, a vigiar a instalação de microfones clandestinos. Ficou tão tontinha, tão tortinha, que teve que recorrer ao endireita da Esperança. Endireitou-se. Agora convive com as altas esferas da direita e veio lembrar o arrepiante caso da espionagem sob refrigeração. Muito frio no toutiço terá apanhado a patética criatura nas suas andanças em prol do povoléu, que nojo, mata, mata, mata! A pneumonia, essa, é que é como eu. Não quer nada com Seabra. Foge da Zita como o diabo da cruz. Cruz, credo!

Comentários

trepadeira disse…
Manuel,está demais,esta vou roubar.

Abraço,
mário
Jo\ao das Regras disse…
Esoectacular nota,,,

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!