vestuário subversivo

Nos Estados Unidos, essa terra de oportunidades, esse paraíso na Terra, esse El Dorado dos tempos modernos, algumas companhias de aviação estão a impedir os seus passageiros de embarcar, a menos que mudem de roupa. Não, não são mulheres vestidas de coelhinhas da Playboy ou outras alarvidades a atirar para o atiradiço. É, muitas vezes, gente que teve a ousadia de envergar t-shirts com mensagens sociais e políticas censuráveis aos olhos dos senhores da América, donos do mundo e, agora, das opiniões e dos gostos de cada um.











Comentários

Anónimo disse…
Acreditem ou não o Império do Mal tem um nome:chama-se EUA.A Europa é apenas a sua vítima mais chegada.

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

o grande azar de pedro passos coelho