Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro 18, 2012

a que políticos lhe apetecia fazer isto?...

Imagem
Ideia roubada ao http://trespassaopassos.tumblr.com/

prosa bárbara

Imagem
Que faz correr estes homens? Que faz com que, contra tudo e contra todos, até contra cada vez mais dignitários da Igreja e muitos dos seus companheiros de partido, apostem na destruição da economia e no empobrecimento dos portugueses? Que faz com que vendam pedaços de Portugal ao desbarato? Que roubem salários? Que esmifrem impostos? Que provoquem falências em catadupa e o assustador aumento do desemprego? E porque é que ninguém os tira de lá? Porque é que a gente decente, que ainda a há em todos os partidos, não age com mais veemência ainda? Até quando os teremos no poder, a arruinar o que resta de Portugal? Até aos limites do insuportável? Até que todos os portugueses, um a um, vivam mais pobres, mais amargurados, sem rumo e sem esperança? 
Correr com estes bárbaros é um dever de todos. Um dever do presidente da República que, em vez de fazer discursos pateticamente sem graça, demonstrando total indiferença pelo povo que jurou representar e defender, deveria estar a travar esta gen…

homenagem a zeca afonso em paris

há alternativas, estúpidos!

Imagem

ai cavacadas, cavacadas, cavacadas

Imagem

mais uma razão para sair à rua

Imagem
Estamos sob a ameaça, cada vez menos velada, de uma democracia em derrocada. Os casos sucedem-se. As provas acumulam-se. Hoje, é notícia nos blogues de que uma das organizadoras da Manifestação de 15 de Setembro foi constituída arguida sob um pretexto mal cozinhado (clicar no link abaixo). 
Este facto, a juntar-se a tantos outros, deve ser mais um motivo para que todos, todos sem excepção, estejamos na rua na próxima terça-feira. Portugal está em perigo. E todos nós também.
http://5dias.net/2012/11/23/organizadora-da-manifestacao-de-15-de-setembro-constituida-arguida/

Fotografia de Adriana Morais
http://www.ionline.pt

sexo em trabalho

Imagem
Devo estar com uma bezana ou sob a influência de substâncias ilícitas. Acabei de ler, mas deve ser fruto de delirium tremens ou de overdose, que o governo britânico autorizou a polícia infiltrada a manter relações sexuais com suspeitos se tal contribuir para manter ou consolidar o seu disfarce.
Para quem goste de sexo com algemas, ao jeito de Sade e Masoch, aqui está uma oportunidade. 
http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=2607265&seccao=Europa

ao jeito de pinochet

Imagem
A aplicação de medidas neoliberais de efeito duradouro não é, nunca foi possível em democracia. Há, por isso, que limitar as liberdades, domar os povos, calá-los. Instalar estados policiais, atrofiar a democracia, amordaçar as vozes livres.
Os sinais são cada vez mais evidentes. Também em Portugal.

a pira dos condenados

Imagem
De Joseba Morales http://www.cartoonmovement.com

jovem israelitas contra a opressão à palestina

o inferno

Imagem
19 de novembro de 2012:


E um documentário de 2011:



tanta casa sem gente, tanta gente sem casa

Imagem

comunicado da comissão de trabalhadores da RTP

Imagem
A RTP NÃO É FIGURANTE NAS ENCENAÇÕES DO GOVERNO Toda a gente sabe que, no dia 14 de Novembro, a polícia foi apedrejada durante hora e meia sem reagir. Toda a gente sabe que, depois disso, a carga policial cilindrou por igual manifestantes violentos e manifestantes pacíficos, passantes acidentais em S. Bento e alguns no Cais Sodré. Toda a gente sabe que as dezenas de pessoas detidas foram depois privadas de contacto com os seus advogados e submetidas a vexames em Monsanto. Toda a gente sabe que o ministro Miguel Macedo negou com solenidade a mesma existência de infiltrados que a PSP veio depois confirmar.
A actividade dos infiltrados e a passividade da polícia, durante uma hora e meia, só podem ter servido para justificar aos olhos da opinião pública as violências e arbitrariedades policiais. Em última análise o plano só pode ter consistido em intimidar as centenas de milhares de pessoas que nos últimos meses têm participado em protestos contra o Governo e em dissuadi-las de voltarem …

a caminho de um estado policial

Imagem
Por Sérgio Lavos http://arrastao.org/
Depois da actuação criminosa da direcção da polícia na manifestação de 14 de Novembro, que pôs em causa a integridade física de agentes e de manifestantes pacíficos; depois dos procedimentos de cariz fascista após a carga, das detenções indiscriminadas de inocentes, da recusa de acesso a advogados, das agressões dentro de esquadras, do assédio de natureza sexual a mulheres detidas e da tortura psicológica; depois da mentira de Miguel Macedo, da negação de que existiam agentes inflitrados quando a própria polícia o admitiu e de que houve vontade deliberada de protelar a intervenção policial por razões dúbias. Depois deste acumular de indícios, mais um pisar da linha que separa os regimes democráticos dos totalitários: por ordem da tutela, a PSP entrou nas instalações de uma estação de televisão pedindo imagens não editadas dos cidadãos que exerciam o direito à manifestação. Uma sórdida história que, como não poderia deixar de ser, também terá tido…

reina o kaos por todo o país

Imagem
http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

Este é o blogue, brilhante, onde toda a gente devia navegar. Por hoje, e só por hoje, facilito-vos a tarefa e aqui vos deixo alguns dos últimos bonecos que, claro, não precisam de explicações. Mas, faça-se a si esse favor, vá lá de vez em quando. Além de um governo decente, também precisamos de desopilar. Rir não é o melhor remédio, mas será uma mezinha que, de quando em vez, ajuda a aliviar a angústia dos dias de chumbo por que passamos, onde só o governo sai aprovado, por troika e merkel, com distinção, menção honrosa e medalha de bom comportamento.

novo catálogo pantone para a indústria gráfica

Imagem

a ditadura

Imagem
Podemos criticar o governo, por vezes com palavras cruas. Ainda. Podemos ir para a rua gritar o que nos vai na alma. Ainda. E podemos votar de tantos em tantos anos, levados, levados sim, pela propaganda, pelo marketing político, pela publicidade enganosa, por quem tem mais dinheiro para oferecer, por mercados e feiras, num arraial de promessas, sorrisos e enfastiados beijos, esferográficas, sacos de plástico, bonés, porta-chaves com o logótipo do produto à venda, constituído por candidatos a deputados, a ministros e primeiros-ministros, a presidentes de câmaras, da República, disto e daquilo, para isto e para aquilo menos para a causa, a coisa pública. No entanto, vivemos em ditadura. A ditadura de quem ganha eleições para manter os privilégios de alguns em detrimento da maioria. A ditadura de quem impõe sacrifícios contra a opinião e os interesses de quem os elegeu. A ditadura de quem nos trata como números, meros dados estatísticos e pagadores de impostos, nunca pessoas com sentim…

censo com senso

Imagem

em gaza, esta manhã

Imagem

gaza chora os seus mortos

Imagem

comportamento pouco profissional dos jornalistas em conferência de imprensa de vítor gaspar

Imagem
Ideia roubada ao http://trespassaopassos.tumblr.com/

nevoeiro em paris

Imagem
Fotos:  Art1457 © Aries Villanueva
https://www.facebook.com/ArtPics.tv

crime sem castigo

Imagem
Por Paulo Morais http://www.cmjornal.xl.pt
A história do BPN resume-se em três fases. No tempo de Cavaco Silva, um bando de empresários ligados ao PSD, que nada percebiam de Banca, criou o BPN com o apoio institucional do Governo, em troca de apoios ao partido do poder. Ao longo de anos, a Sociedade Lusa de Negócios, grupo detentor do banco, realizou todo o tipo de negócios, com financiamento do BPN. Acumulou as vantagens patrimoniais nas empresas da SLN, enquanto os prejuízos engrossavam o passivo do banco.
Em 2008, a pretexto da crise financeira, José Sócrates e Teixeira dos Santos nacionalizaram o banco, assumindo os seus colossais prejuízos. Inexplicável e criminosamente não nacionalizaram também a SLN, detentora dos melhores activos. De seguida, e com a vinda da troika, o Estado saneou as finanças do banco e vendeu-o aos angolanos, pelo preço de saldo de quarenta milhões. O Governo ainda assumiu todo o lixo do BPN, todas as dívidas resultantes de vigarices inimagináveis, desde c…

bem fisgada, dr. cavaco

Imagem
Num seminário, hoje, Cavaco Silva afirmou que Portugal tem que ultrapassar estigmas e voltar-se para a indústria, agricultura, pescas, sectores esses, é ele também que o diz, esquecidos pelos portugueses nas últimas décadas.
Julgo que haverá normas legais para determinar até onde se pode ir no tratamento depreciativo de um presidente da República ou de qualquer outra figura deste Estado em tão mau estado. Por isso, e também porque há 30 "radicais" que a polícia vai prender e nunca se sabe se não quererão arranjar um 31, abstenho-me de acrescentar o que me vai na moleirinha. Escrevamos portanto nas entrelinhas, como antes de Abril: há quem não valha um cavaco.

lá estarei!

Imagem

efemérides, 21 de novembro

da boca das crianças ...

Imagem

dia 27 voltaremos à rua: as nossas pedras serão a nossa voz

Imagem

dias de infâmia

o segredo das "reformas estruturais"

Imagem
Por Aurélio Santos http://www.odiario.info
Muito se tem falado de incompetência e impreparação deste Governo. Nada mais falso. A verdade é que este Governo sabe muito bem o que está a fazer e para onde quer conduzir o País. Vítor Gaspar, que tem sido um dos rostos mais visíveis dos planos do Governo, cumpre esforçadamente os projectos impostos pelo grande capital internacional.
As nefastas consequências das suas medidas para Portugal e os portugueses pouco lhe interessam. Quando terminar, poderá voltar para o estrangeiro, onde por certo o esperará um bom lugar numa boa empresa para o acolher de braços abertos.
Desengane-se quem pense que ele falhou por não ter atingido os objectivos que apresentou. Ele já sabia que ia falhar. Mas precisava de falhar para justificar e impor mais medidas de austeridade, a que se seguirão outras e outras e mais outras, até ficarmos todos (ou quase todos) na pobreza. E se o sr. ministro das Finanças não está preocupado com os números do desemprego é porq…

lamento que tenha que ver tamanha violência

Imagem
Contudo, precisa de saber o que se passa em Gaza.

bordoada

Imagem
In http://jumento.blogspot.pt/
Não vi as imagens da carga policial nas escadarias de São Bento, mas quando ouvi as palavras de indignação de Cavaco Silva fiquei logo a matutar que “aqui há gato”, da última vez que lhe ouvi a voz trémula foi aquando do famoso caso das escutas e sabe-se como foi.
Comecei a informar-me melhor e consegui construir uma imagem mental do que sucedeu. De um lado estavam 20 polícias mal equipados, vinham de t-shirt porque tinha estado a jogar uma futebolada quando ao passarem por São Bento repararam na manifestação e foram em socorro dos dois soldados da GNR que fazem de guarda de honra. De um lado vinte jovens polícias mal equipados, do outro centenas de energúmenos, bandidos cadastrados do pior que por aí há, marginais das claques, tudo gente que só de passar do outro lado do passeio se sente o mau cheiro.
De um lado uns quantos polícias indefesos, do outro um batalhão de marginais armados até aos dentes, imagine-se que a polícia até conseguiu ver que os ban…

violenta é a austeridade

Imagem
O dia 14 de Novembro foi um dia histórico. Por toda a união europeia e em vários países do mundo realizaram-se greves gerais e protestos nunca antes vistos. Em Portugal, milhares de trabalhadores e trabalhadoras fizeram uma greve geral contra as políticas deste governo e da troika, numa das maiores paralisações registadas. Nesse dia decorreram também várias manifestações com elevada participação.
Repudiamos a carga policial injustificável e indiscriminada que ocorreu nesse dia, sob ordens do Governo. Soubemos de resto que comerciantes da zona tinham sido ainda antes da manifestação avisados pelas autoridades para fechar os seus estabelecimentos, o que nos leva a concluir que independentemente dos acontecimentos, estava prevista uma carga policial.
As forças de segurança feriram mais de 100 pessoas, o pânico que se seguiu podia ter redundado numa tragédia. A própria Amnistia Internacional Portugal já condenou publicamente o uso excessivo de força policial. Na hora que se seguiu, as fo…

portugal condenado a prisão perpétua

Imagem
Primeiro, prendem os "radicais". Depois, elegerão outros radicais. E mais outros. E outros ainda. Até que Peniche, Caxias e outros Aljubes voltem a ser ocupados. Fique por aí a ver. Um dia, será a sua vez. Mas, então, será tarde demais.
Abril foi uma miragem. Eles voltaram. Estão mais sofisticados. São ainda mais perigosos.

lisboa, cidade encantada

Imagem

a canção de lisboa

Imagem

há 37 anos, morria o caudilho de espanha pela graça de deus

a propaganda neoliberal e a demissão dos media

Imagem
Por José Vítor Malheiros http://versaletes.blogspot.pt
Agora é raro o dia sem uma petição. É rara a semana sem uma manifestação. Causas urgentes e necessárias, causas justas, às vezes questões de vida ou de morte, questões de direitos, de liberdade, de dignidade, de futuro. As petições não custam nada, é só assinar no computador. As manifestações são mais complicadas, é preciso ir, organizar o dia à volta da manifestação, saber onde é, por onde passa, quem convoca, que transportes apanhar, vencer a resistência a participar - não por comodismo, mas porque quase nunca estamos de acordo com tudo o que representa uma manifestação. É preciso negociar connosco próprios, ceder, defender o essencial e esquecer o acessório, pensar nos fins sem nunca esquecer os meios, medir vantagens e benefícios, participar na contestação mas não banalizar a contestação, mobilizar as pessoas mas não cansar as pessoas.
Agora todos os dias são dias de luta, mas esta luta atomizada em manifestações e petições, …

não faças aos outros o que te fizeram a ti

Imagem

o caminho das pedras

Imagem
Por Nuno Ramos de Almeida
A maioria dos portugueses assistiu a um espectáculo insólito na televisão. Os principais canais transmitiram em directo um apedrejamento durante mais de uma hora do corpo de intervenção que impedia o acesso aos manifestantes à escada do parlamento. Os polícias resistiam estoicamente aos projécteis arremessados por dezenas de encapuzados. A certa altura apareceu um oficial de megafone a ordenar à multidão que dispersasse. Minutos depois a polícia varreu a praça à bastonada.
Na rua ninguém conseguiu escutar o aviso feito para a televisão. Minutos antes da carga, várias dezenas de agentes policiais infiltrados, que tinham estado o tempo todo ao lado dos mascarados que atiravam pedras, retiraram-se. Deus escolhe os seus, a carga policial, essa, abateu-se sobre a parte pacífica da manifestação poupando a maioria daqueles que tinham estado nos confrontos.
A polícia agrediu gente nas vizinhanças de São Bento: moradores, velhos, deficientes, crianças, ninguém foi po…

a farra dos sacripantas

Imagem
Viva! Viva! Viva! Três grandes vivas para o ministro Gaspar, a quem gosto de tratar por sinistro Raspar e que, ontem, anunciou com toda a pompa e circunstância que Portugal está no bom caminho, as Finanças, a Economia, o tecido empresarial, as famílias vivem tempos dourados (a aurora dourada brilha sobre todos os portugueses) e que, se há pobres, se há desemprego, se há gente desesperada, se há suicídios, isso são os danos colaterais de qualquer guerra e, não tenhamos dúvidas, é em guerra que estamos, dos anafados da vida engalfinhados, numa luta de vida ou morte, contra os pelintras da Terra. Este orçamento vai ser aprovado com o beneplácito da maioria parlamentar. O Estado Social vai desabar. A miséria vai alastrar. O bacanal dos nababos é para continuar.
A talhe de foice, deixo aqui uma sugestão ao ministro da Caridade: sabendo-se que, fruto da crise que instigam e ampliam com o orgulho do dever cumprido, aumentou consideravelmente o número de mães a abandonar os filhos recém-nasc…

tem estômago de ferro? coração de aço?

Imagem
As imagens são das mais devastadoras que me foi dado ver em toda a minha vida. Fiz um esforço. Faça um esforço também. Revolte-se também. Lute também para que esta guerra tenha um fim imediato e deixe de matar crianças em Gaza ou em qualquer outro lugar. Para que este insulto à civilização, à humanidade, à razão de vida na Terra, não mais aconteça.
Clique se quiser ver. Se tiver um estômago de ferro mas nunca, nunca um coração de aço.

ano novo, vida nova?

Imagem
Carlos Moreno pronuncia-se sobre o que virá aí, a partir de Janeiro, devido ao aumento de impostos.

morte em gaza: o vídeo que o YouTube recusa apagar

Apesar dos apelos, o YouTube tem recusado apagar este vídeo que capta o momento em que o líder do Hamas foi assassinado pelos israelitas.

passos coelho: seu moço, tenha vergonha, acabe a descaração

Imagem
Quem tem dinheiro no mundo
Quanto mais tem, quer ganhar
E a gente que não tem nada
Fica pior do que está
Seu moço, tenha vergonha
Acabe a descaração
Deixe o dinheiro do pobre
E roube outro ladrão.

Se morre o rico e o pobre
Enterre o rico e eu
Quero ver quem que separa
O pó do rico do meu
Se lá embaixo há igualdade
Aqui em cima há de haver
Quem quer ser mais do que é
Um dia há de sofrer

Seu moço, tenha cuidado
Com sua exploração
Se não lhe dou de presente ~
A sua cova no chão
Quero ver quem vai dizer
Quero ver quem vai mentir
Quero ver quem vai negar
Aquilo que eu disse aqui

"A RODA" (excerto) 
Gilberto Gil

a matança dos inocentes

Imagem
Em Gaza. Imagens da carnificina. Quem pára esta barbárie?!



solidariedade com gaza

Imagem

quem agarra o euro?

Imagem
Autor: Gianfranco Uber
http://www.cartoonmovement.com

uma gorjeta para gaspar

Imagem
Diz o DN que as gratificações vão passar a pagar IRS. Por este andar, qualquer dia o governo vai querer taxar as esmolas. Só é pena que não se lembre de taxar luvas, desfalques e outros roubos perpetrados não pelo gatuno vulgar, mas pelos ladrões de alto coturno que andam à solta pelos corredores do poder, salafrários que nos gozam e gozam a vida à tripa-forra. Aí sim, haveria muito pilim a entrar nos cofres do Estado.
Tal como se esquecem da economia paralela (a "da alta", não a do pequeno biscateiro) ou de agravar os impostos das grandes fortunas e outras formas de buscar dinheiro aos ricos entre os ricos (ah, já me esquecia, para o governo, quem ganhe acima de 1 000 euros é rico, quem ganhe 100 vezes mais do que isto é um pobretanas a necessitar de ajudas, é esta a ideia de Estado Social para Passos & Cia).
Há decisões deste governo que, além de imorais, ou amorais se se quiser, tocam as raias do ridículo. E, como diz uma frase antiga, se o ridículo pagasse imposto, …